Sobre


Associe-se


Índice


Notícias

picassodestaque

Pablo Picasso: o gênio do cubismo

“Quando eu era criança , minha mãe me disse: ‘Se você se tornar um soldado, você vai ser um general. Se você se tornar um monge vai acabar como o papa'”. Em vez disso, ele se tornou pintor e acabou como Picasso.

A arte foi o destino de Pablo Diego José Francisco de Paula Juan Nepomuceno María de los Remedios Cipriano de la Santísima Trinidad Ruiz y Picasso. Ou, apenas, Pablo Picasso, reconhecido como um dos mais influentes artistas do século 20. Natural de Málaga, na Espanha, Picasso nasceu em 25 de outubro de 1881 e aproveitamos a data para relembrar um pouco da importância deste mestre da arte cubista.

Na infância, onde tudo começou, Picasso mostrou uma habilidade prodigiosa para o desenho. Segundo a lenda, suas primeiras palavras foram “piz, piz”, sua tentativa infantil de dizer “lápiz”, a palavra espanhola para lápis. Em pouco tempo, o jovem estudante perdeu a toda a vontade de fazer qualquer trabalho escolar, optando por passar os dias de escola rabiscando em seu caderno. Era o talento se revelando.

Aos 14 anos, Picasso mudou com a família para Barcelona. Lá se inscreveu na Escola Municipal de Belas Artes, no entanto a escola só admitia estudantes com mais idade. Uma regra que foi quebrada devido ao extraordinário talento do jovem artista. A rigidez e disciplina das aulas, entretanto, irritaram Picasso. Ele então passou a caminhar pelas ruas da cidade a fim de retratar as cenas do cotidiano.

Aos 18 anos, depois de ter estudado também em Madri, Picasso voltou à Barcelona e passou a se reunir com um grupo de artistas e intelectuais da época. Foi então que Picasso fez sua ruptura decisiva com os métodos clássicos em que havia sido treinado, e deu início ao que se tornaria um longo processo de experimentação e inovação.

O cubismo

“Les Demoiselles d’Avignon”, 1907, em exposição no MoMA.

Em 1907, Pablo Picasso produziu uma pintura diferente de tudo que já havia sido produzido, um trabalho que influenciaria profundamente o sentido da arte no século 20: “Les Demoiselles d’Avignon”, uma obra com características geométricas e que, mais tarde, seria reconhecida como a precursora do Cubismo, um estilo artístico pioneiro criado por Picasso e seu amigo, o também pintor, Georges Braque.

Nas pinturas cubistas, os objetos são quebrados e remontados em uma forma abstrata, destacando suas formas geométricas compostas e descrevendo-os a partir de vários pontos de vista simultâneos.

“Figuras”, 1945, em exposição no MAC USP Nova Sede

Obras
Atualmente, as obras de Picasso podem ser vistas em grandes museus do mundo. E um deles é o MAC USP que tem em seu acervo a belíssima “Figuras”, 1945, em exposição na Nova Sede.

Faça uma visita!

MAC USP Nova Sede
Terça a domingo das 10 às 18 horas
Avenida Pedro Álvares Cabral, 1301
04094-050 – São Paulo – SP – Brasil
55 11 5573.9932 – Entrada gratuita

tweet curtir +1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Calendário


Imprensa



Contato