Sobre


Associe-se


Índice


Notícias

Fernand Léger (2)

A história do Cubismo e seus representantes

O Cubismo é talvez um dos movimentos artísticos mais conhecidos, em grande parte por ter tido como um de seus fundadores o renomado artista Pablo Picasso entre os anos de 1907 a 1914, juntamente com Georges Braque. O estilo foi criado em Paris, mais precisamente nos arredores de Montmartre, onde moravam estes e outros artistas e pode-se considerar como marco de seu nascimento a pintura Les Demoiselles d’Avignon feita por Picasso.

Les demoiselles d’Avignon – de Pablo Picasso, 1907, está em exposição no MoMA

No cubismo prevalecia a representação da natureza a partir da análise geométrica e não figurativa.  O desafio consistia em representar as três dimensões de um objeto em uma superfície plana, como se estivesse decompondo-o em frente ao espectador.

Influências

O Cubismo foi influenciado pela escultura negra e pelas artes primitivas além das obras de Paul Cézanne que é considerado o artista que fez a ponte entre o Impressionismo e o Cubismo.

Conforme foi ficando mais conhecido internacionalmente, o Cubismo impulsionou vários movimentos como o Futurismo, Cubo-Futurismo e Construtivismo.

Fases do Cubismo

Ao longo de seu desenvolvimento o Cubismo sofreu algumas alterações e devido a isso surgiram três fases para identificar os seus períodos:

  • Fase cezzaniana ou primitiva – 1907 a 1909 – Se restringia à geometrização das imagens.
  • Fase analítica  – 1909 a 1912 – Decomposição total da figura, mostrando-a em todos os planos. As cores utilizadas eram tons de castanho, cinza e bege. 
  • Cubismo Sintético – a partir de 1911 – O objetivo era fazer com que as figuras excessivamente fragmentadas retornassem à condição de serem reconhecidas. Este processo também ficou conhecido como Colagem por inserir letras, palavras, números e materiais como madeira, vidro, metal, na intenção de despertar também sensações táteis através da pintura.

Outros artistas influenciados pelas técnicas cubistas

Fernand Léger foi um artista também cubista que tinha sua arte contrastando com as formas retilíneas preferidas por Picasso e Georges Braque. Ao contrário Léger representava suas figuras abstratas de forma curvilínea, utilizando como referência cilindros e cones.

Fernand Léger, Composição, 1936 – em exposição na Nova Sede do MAC USP

Fernand Léger,Composição, 1938, em exposição na Nova Sede do MAC USP

 

 

 

 

 

 

 

 

Faça uma visita!
MAC USP Nova Sede
Terça a domingo das 10 às 18 horas
Avenida Pedro Álvares Cabral, 1301
04094-050 – São Paulo – SP – Brasil
55 11 5573.9932 – Entrada gratuita

tweet curtir +1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Calendário


Imprensa



Contato