Sobre


Associe-se


Índice


Notícias

1560741_786233054723668_2009857485_n

MAC USP NOVA SEDE RECEBE NOVAS OBRAS DO ARTISTA JOSÉ ANTONIO DA SILVA

Novas obras do artista José Antonio da Silva passam a compor o acervo do Museu de Arte Contemporânea da USP. O MAC recebeu a doação de dois quadros: retratos de Bertha e Isaac Krasilchik, doados em nome do casal por intermédio de Breno Krasilchik.

As obras já podem ser vistas no 6º andar do Museu, na entrada da exposição dedicada ao artista.

Nascido e criado no interior de São Paulo, o artista incorpora em sua obra lembranças desta época utilizando a paisagem agrária como o grande tema de sua pintura. Além das representações dos serviços realizados no campo, as obras refletem também, em menor escala, os momentos de lazer na roça. Pode-se dizer que o artista deixou um pouco de si em cada obra que produziu.

Retratos de Bertha e Isaac Krasilchik em cartaz no MAC

Apesar da vocação já manifestada desde menino, em que fazia desenhos até mesmo em folhas de café, a descoberta do artista se deu tardiamente, após os seus 30 anos, em 1946, quando morava em  São José do Rio Preto. Ao participar de uma mostra para a inauguração da Casa de Cultura da cidade, três intelectuais vindos de São Paulo entraram em contato com sua obra. Foi assim que sua carreira começou e deslanchou rapidamente para São Paulo e o mundo.

Arte Naif

As cores marcantes, o estilo espontâneo, ingênuo e original caracterizam as pinturas de José Antonio da Silva como Arte Naif ou Arte Primitiva. Em São José do Rio Preto há inclusive um museu de arte primitivista dedicado ao artista.

Além das pinturas, Silva também mostrou outras faces de manifestações de seu pensamento sendo escritor, escultor, contador de causos, músico violeiro e criador do museu de arte contemporânea de Rio Preto.  Apesar da origem humilde e pouca formação escolar, Silva mostrou talento na articulação de ideias e escreveu “Romance de minha vida”, publicado em 1949, “Maria Clara” em 1970 e “Sou pintor, sou poeta” em 1981.  Também gravou dois Long Plays em Vinil contando “causos”.

tweet curtir +1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Calendário


Imprensa



Contato