Sobre


Associe-se


Índice


Notícias

kandinsky (2)

Kandinsky no MAC USP

Wassily Wassilyevich Kandinsky
Composição clara de 1942
Acervo MAC USP

Esta pintura é uma elegante e requintada composição que nos motivos geométricos, ecoam a tradição Russa bizantina. As tensões são leves e equilibradas entre linhas retas e linhas curvas e as cores alegres e luminosas. Ainda persistem alguns poucos elementos líricos e expressivos – manchas orgânicas e micro composições, como micro-organismos cuja presença dão leveza e vibração à pintura.
Wassily Wassilyevich Kandinsky foi um importante pintor e escritor russo que nasceu em Moscou no ano de 1866. Embora seja conhecido pela parte artística, Kandinsky começou a atuar nesta área somente após ter se formado em Direito e Economia.
O interesse pelas artes surgiu após visitar uma exposição de artistas Impressionistas franceses na Rússia em 1895. No ano seguinte viajou para Paris e posteriormente Munique a fim de iniciar seus estudos artísticos.
Em 1901 Kandinsky fundou uma sociedade artística chamada Phalanx e em 1910 pintou a sua primeira aquarela com tendências abstracionistas. Depois de alguns anos, em 1921 tornou-se professor da Bauhaus.
Suas obras caracterizam-se pela abstração das figuras e a utilização de cores puras e vivas. Além disso, suas pinturas eram cercadas de referências místicas e espirituais. Kandinsky buscava na arte uma forma de expressar o seu desejo espiritual e os anseios de sua alma. Inclusive, escreveu os livros “Do espiritual na Arte”, e o “Almanaque do Cavaleiro Azul”, onde teorizou a sua percepção sobre a arte.

Composição VII, 1913 –
Influenciado também pela teoria teosófica de Helena Petrovna Blavatsky, seguia os princípios de que criação é uma proporção geométrica, começando num único ponto e utilizava uma série descendente de círculos, triângulos e quadrados.
A música também foi uma força bastante importante para as obras abstratas de Kandinsky, tanto é que utilizou termos musicais para dar nome a algumas de suas pinturas. Aquelas que eram mais espontâneas foram chamadas por ele de “Improvisações” e as mais elaboradas “Composições”.
Praticamente em todo o tempo que viveu em Paris, Kandinsky estava isolado pelo fato de suas obras abstratas serem de certa forma rejeitadas, em uma época onde o Impressionismo e o Cubismo estavam em alta.
Unindo a teoria e a arte, Kandinksi escreveu alguns livros, sendo o mais famoso deles o “Ponto e Linha sobre Plano”.

Veja toda a programação no site do Museu: http://www.mac.usp.br/mac/expos/2016/vesica/programa.htm#topo

tweet curtir +1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Calendário


Imprensa



Contato